01:44 19 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Las islas Kuriles

    Japão mostra interesse em solucionar disputas territoriais com a Rússia

    © flickr.com/ Austronesian Expeditions
    Mundo
    URL curta
    32681264

    O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, expressou seu interesse em solucionar as disputas territoriais com a Rússia e assinar um acordo de paz, segundo informou nesta quinta-feira a agência Kyodo.

    "Quero que consigamos fazer um acordo de paz entre Japão e Rússia, uma vez que  tivermos sucesso com o problema territorial", disse Abe em um encontro com estudantes descendentes de antigos habitantes das ilhas Curilas do Sul.

    O Japão está acertando os preparativos para a visita do presidente da Rússia, Vladimir Putin, e vem se mostrando aberto a discutir com Moscou as questões territoriais pendentes entre os países.

    Rússia e Japão tecnicamente continuam "em guerra" desde a Segunda Guerra Mundial, já que ambos países nunca assinaram um acordo de paz. As Ilhas Curilas são um ponto de conflito territorial entre Tóquio e Moscou.

    Líderes do G7 em uma conversa informal durante a cúpula do grupo na Alemanha.
    © REUTERS/ Michael Kappeler
    O Japão alega direito a quatro ilhas do arquipélago — Iturup, Kunashir, Shikotan e Khabomai — baseando-se no Tratado Bilateral de Comércio e Fronteiras que assinou com a Rússia em 1855.

    Moscou, por sua vez, sustenta que após a Segunda Guerra Mundial, esses territórios foram passados à União Soviética por conta de vários acordos internacionais.

    Tóquio condicionou a assinatura do tratado de paz com Moscou à devolução dessas ilhas. A Rússia, entretanto, assumiu a soberania dos territórios como sucessora legítima da União Soviética e se nega a revisar a questão.

    Mais:

    Japão considera se unir à OTAN na produção de mísseis Sea Sparrow
    Pamela Anderson pede ajuda a Putin para deter envio de carne de baleia ao Japão
    Adesão à Parceria Transpacífica ameaça a integridade do Japão
    Japão abandona o sonho do gás de xisto
    Tags:
    acordo de paz, disputa territorial, Shinzo Abe, ilhas Curilhas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik