07:05 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    O premier da Itália, Matteo Renzi, em encontro com o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas

    Renzi defende parceria entre Itália e Palestina contra o terrorismo

    © AFP 2017/ MUSA AL-SHAER
    Mundo
    URL curta
    0 10921

    O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse nesta quarta-feira em Ramallah que a cooperação entre o seu país e a Palestina pode ser uma fórmula de sucesso para combater o terrorismo no Oriente Médio.

    Em visita à região, o premier italiano deixou Israel nesta manhã em direção aos territórios palestinos para se encontrar com o presidente da Autoridade Nacional, Mahmoud Abbas. 

    Presidente dos EUA Barack Obama e Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu
    © AP Photo/ Pablo Martinez Monsivais

    "A amizade entre Itália e Palestina é uma ferramenta contra o terrorismo", disse ele durante um encontro com Abbas, acrescentando que Roma está pronta para ajudar os palestinos no seu desenvolvimento, através, principalmente, da cooperação nos setores econômico e educacional. 

    Apoiada por 135 dos 193 membros das Nações Unidas, a Palestina permanece lutando pelo reconhecimento do seu Estado. Mesmo sendo aceita em diversas organizações internacionais, ainda esbarra na oposição de alguns países, como os Estados Unidos, que, em 2014, vetaram no Conselho de Segurança da ONU uma resolução pedindo o fim da ocupação israelense nos territórios palestinos. 

     

    Mais:

    Matteo Renzi e Barack Obama conversam sobre a Líbia e a Grécia
    Matteo Renzi classifica como erro histórico a oposição europeia à Rússia
    Brasileiro preso na Palestina foi libertado e está escondido
    ONU está preocupada com brasileiro em greve de fome na Palestina
    Tags:
    terrorismo, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Matteo Renzi, Mahmoud Abbas, Roma, Palestina, Oriente Médio, Itália, Israel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik