06:05 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Norte da África está em alerta máximo desde o ataque da última sexta-feira, na Tunísia, que deixou 39 mortos

    UE poderá enviar missão de segurança para ajudar Tunísia no combate contra o terrorismo

    KENZO TRIBOUILLARD
    Mundo
    URL curta
    111612

    Os ministros das Relações Exteriores da União Europeia afirmaram nesta segunda-feira que estão estudando o envio de uma nova missão para ajudar a treinar as forças de segurança da Tunísia para melhor controlar suas fronteiras e garantir a segurança em seus principais pontos turísticos.

    A missão, segundo funcionários, enviaria assessores e especialistas em segurança para auxiliar o Ministério do Interior tunisiano, após o ataque terrorista que matou 38 turistas europeus em junho.

    Caso aprovada pela Tunísia e pelos governos europeus, a missão também poderia dar assistência sobre como impedir a radicalização de pessoas no país, disseram autoridades. Há uma crescente preocupação na Europa e nos Estados Unidos diante da disseminação do Estado Islâmico pelo norte africano.

    A chefe da política externa da UE, Federica Mogherini, disse que as autoridades tunisianas mostraram-se entusiasmadas com a possibilidade de trabalhar junto com a Europa em uma série de questões de segurança. O primeiro-ministro tunisiano, Habib Essid, que estava na reunião, disse que seu país contava com o apoio das potências europeias para lidar com os desafios de segurança. "Será uma longa guerra, mas iremos vencer", afirmou Essid. "Graças ao apoio de todos os nossos amigos, estaremos numa posição para vencer." 

    fonte: Estadão Conteúdo


    Mais:

    Estado Islâmico reivindicou ataque na Tunísia
    Após atentado terrorista,Tunísia planeja fechar 80 mesquitas
    Tunísia perderá meio bilhão de dólares em turismo com o atentado em hotel
    Tags:
    terrorismo, Estado Islâmico, Federica Mogherini, Habib Essid, União Europeia, Tunísia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik