11:11 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Shot from space

    Pentágono se preocupa com movimentação de satélite militar russo

    © Twitter / xpshiscoa
    Mundo
    URL curta
    2210485935

    A capacidade de realizar manobras do satélite militar russo Cosmos-2504, lançado no dia 31 de março, deixa preocupada a Força Aérea americana, que acredita tratar-se de uma "arma antissatélites em órbita" em potencial.

    "Um satélite militar russo lançado em março fez pelo menos 11 aproximações ao estágio superior do foguete que colocou em órbita", relatou o site SpaceNews, citando um porta-voz da Força Aérea americana.

    "Tal capacidade de manobra é consistente com, mas não necessariamente indicativa, a de uma arma antissatélites em órbita", completou o porta-voz.



    O Centro de Operações Espaciais Conjunto do Comando Estratégico (JFCC), localizado na base de Vanderbilt, na Califórnia, está acompanhando o satélite atentamente e alega que "em pelo menos um caso ele parece ter empurrado o estágio superior a uma órbita mais elevada."

    O Cosmos 2504 foi lançado juntamente com três satélites de comunicação a bordo de um veículo Rockot com um estágio impulsionador Briz-KM desde o Cosmódromo de Plesetsk, no dia 31 de março.

    Mais:

    Sistema russo bloqueará sinais de satélite e desligará mísseis inimigos
    Rússia lança foguete Soyuz com satélite militar
    Bombardeiros russos dispensarão navegação por satélite
    Tags:
    observação, satélite militar, Força Aérea, Pentágono, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik