20:25 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Chanceler da Alemanha Angela Merkel

    Alemanha promete “monitorar” de perto a implementação do acordo com a Grécia

    © AP Photo/ Michael Sohn
    Mundo
    URL curta
    228904

    Berlim vai observar rigorosamente a implementação das medidas de austeridade na Grécia conforme o acordo alcançado com os líderes da União Europeia para resolver o problema da dívida do país, segundo declarou a chanceler alemã Angela Merkel neste domingo (19).

    Na segunda-feira (13), os líderes da zona do Euro chegaram a um acordo com o governo grego sobre um terceiro pacote de resgate financeiro para Atenas. Sob os termos do acordo, a Grécia deverá implementar medidas de austeridade impopulares, incluindo reformas das pensões e aumentos de impostos, em troca da retomada das injeções de liquidez aos bancos gregos e do início de um novo programa de ajuda para resgatar a economia do país.

    "Vamos monitorar de perto a aplicação de todas as medidas sob a nossa proposta. No início do ano, houve alguns progressos, mas agora tudo foi destruído", disse Merkel referindo-se à questão grega em entrevista ao canal alemão de televisão ARD.

    Na quarta-feira (15) à noite, o Parlamento grego votou a favor do novo pacote de medidas exigidas pelo resgate internacional. A aprovação provocou uma série de protestos nas ruas e dentro do próprio Syriza, coalizão de esquerda eleita democraticamente no início do ano com a promessa de dar fim à política de austeridade ditada pelos interesses financeiros externos.

    Na sexta-feira (17), o Bundestag (Parlamento alemão) também aprovou por maioria a retomada das negociações com Atenas sobre um empréstimo de US$ 95 bilhões de três anos.

    Mais:

    Mídia alemã acusa Merkel de hipocrisia em relação à Grécia
    Tsipras é convidado a conhecer "trágicos resultados" do plano de austeridade em Portugal
    Tsipras quer ver ‘uma luz no fim do túnel'
    Suécia, Finlândia e Dinamarca aprovam empréstimo de emergência da UE à Grécia
    Tags:
    troika, Grexit, acordo, dívida, Alexis Tsipras, Angela Merkel, União Europeia, Grécia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik