00:57 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Benjamin Netanyahu

    Lavrov a Israel: declarações emotivas devem ser evitadas

    © AFP 2017/ DON EMMERT
    Mundo
    URL curta
    2876152

    O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta quarta-feira que reações emotivas a respeito do acordo nuclear iraniano devem ser colocadas de lado.

    A declaração de Lavrov vem após autoridades israelenses automaticamente condenarem o acordo nuclear anunciado na terça-feira entre o Irã e o grupo P5+1. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou tratar-se de "um erro histórico".

    "Tais declarações emotivas sobre o acordo que foi alcançado devem provavelmente ser adiados até que todos países examinem o acordo. Ele contém um equilíbrio confiável de interesses, que não só trata do cumprimento do regime de não-proliferação nuclear, mas fortalece tal regime", disse Lavrov aos repórteres.

    O Gabinete de Segurança da Israel afirmou na terça-feira que havia rejeitado de forma unânime o acordo sobre o programa nuclear iraniano e que não se considerava obrigado a cumprir os termos do documento.

    Israel também alertou que ao suspender as sanções e liberar US$ 100 bilhões em fundos iranianos, o Irã estaria apto a aumentar seu apoio ao terrorismo.

    Mais:

    Mogherini: há acordo com Irã (AO VIVO)
    Lavrov pede que EUA desistam de escudo antimísseis após acordo com Irã
    Israel rejeita acordo sobre programa nuclear iraniano
    Iranianos saem às ruas para celebrar acordo nuclear
    Obama: acordo nuclear com Irã seria impossível sem a Rússia
    Mísseis dos EUA continuam na Europa apesar de acordo com Irã
    Tags:
    programa nuclear iraniano, acordo nuclear, P5+1, Benjamin Netanyahu, Sergei Lavrov, Israel, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik