13:45 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    A chanceler alemã, Angela Merkel, com o presidente francês, François Hollande

    Merkel e Hollande parabenizam Poroshenko por projeto de reforma constitucional

    © AFP 2017/ BERTRAND GUAY
    Mundo
    URL curta
    0 440115

    A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da França, François Hollande, elogiaram nesta sexta-feira o projeto de reforma constitucional proposto pelo chefe de Estado da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, que visa à aumentar os poderes regionais no país, insistindo sobre o status especial das zonas controladas pelos rebeldes de Donbass.

    "O presidente francês e a chanceler alemã felicitaram o presidente Poroshenko pelo lançamento da reforma constitucional, que deve conduzir a uma descentralização da Ucrânia, conforme o pacote de medidas adotado em Minsk" em fevereiro, indica o comunicado divulgado após uma conversa telefônica entre os três líderes. 

    O projeto em questão foi apresentado pelo presidente ucraniano no início deste mês, provocando imediatamente a revolta dos separatistas do leste do país, por não atender às suas exigências. No entanto, segundo os líderes ocidentais, o documento deverá, sim, ter uma "ênfase particular sobre o status especial de certas zonas das regiões de Donetsk e Lugansk".

    A conversa desta sexta-feira teve como foco o atual estado da aplicação dos acordos de Minsk, os quais os três chefes de Estado concordaram ser de grande importância, afirmando que "é preciso redobrar os esforços para colocar em prática o cessar-fogo e a retirada das armas pesadas" das zonas de conflito. 

    Segundo dados oficiais, os combates entre as tropas de Kiev e das repúblicas separatistas de Donbass, iniciados em abril do ano passado, já deixaram mais de 6.500 mortos. Apesar do anúncio de um cessar-fogo no último 15 de fevereiro, os conflitos no leste da Ucrânia continuam. 

    Mais:

    Hackers divulgam documentos que mostrariam tentativa da Ucrânia de barrar jornalistas
    Pentágono avalia opções para enviar armas à Ucrânia
    França prepara fórum de investidores para apoiar a Ucrânia
    Gorbachev: Alemanha e Rússia podem reduzir tensões na Ucrânia
    Tags:
    conflitos, reforma constitucional, Acordos de Minsk, Pyotr Poroshenko, François Hollande, Angela Merkel, Lugansk, Minsk, Kiev, Donetsk, Donbass, Alemanha, França, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik