01:45 19 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Edward Snowden

    Oito países ponderam conceder asilo conjunto a Snowden

    © AP Photo/
    Mundo
    URL curta
    71505183

    Duas semanas depois de a ministra francesa da Justiça, Christiane Taubira, ter sugerido que a França poderia conceder asilo a Edward Snowden, ex-colaborador da Agência Nacional de Segurança (NSA), a possibilidade de vários países da América Latina e Europa trabalharem juntos para oferecer asilo conjunto ao norte-americano pode estar muito próxima.

    A informação foi avançada, em declarações à Sputnik, pelo brasileiro David Michael Miranda, coordenador da campanha internacional pela concessão de asilo político a Edward Snowden e parceiro do jornalista norte-americano Glenn Greenwald, com quem colabora ativamente a partir do Rio de Janeiro na investigação dos documentos da NSA vazados por Snowden.

    David Miranda, que anteriormente havia tentado sem êxito coordenar a concessão de asilo no Brasil, assegurou:

    “Estamos ultimando as conversações com vários governos da Europa e América Latina para a adopção de um acordo sobre Snowden, cuja assinatura lhe permitirá o asilo legal e a livre circulação entre os países subscritores. Será um grande avanço”.

    “De momento, já obtivemos uma resposta positiva das autoridades da Argentina, México e Venezuela na América Latina, ao passo que França, Alemanha, Holanda, Espanha e Grécia poderão aderir ao acordo na Europa”, disse a concluir o brasileiro, que lamentou que o Brasil fique fora do acordo ao conseguir apenas 1,5 milhões de assinaturas de apoio à concessão de asilo a Snowden.

    Tags:
    asilo, espionagem, Agência Nacional de Segurança (NSA), Edward Snowden, Brasil, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik