17:47 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conversa com o presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia no Kremlin

    Putin oferece apoio ao povo da Grécia após vitória do “não” em referendo

    © AP Photo /
    Mundo
    URL curta
    5431

    O presidente russo, Vladimir Putin, discutiu os resultados do referendo da Grécia com primeiro-ministro do país, Alexis Tsipras, em conversa telefônica nesta segunda-feira (6), e ofereceu seu apoio ao povo grego na superação das futuras dificuldades da nação, segundo informou o serviço de imprensa do Kremlin.

    No domingo (5), mais de 61 por cento dos eleitores gregos rejeitaram o plano de resgate proposto pelos credores internacionais, que previa cortes de gastos sociais e aumentos de impostos em troca de mais assistência financeira ao país em crise.

    Euclidis Tsakalotos, novo ministro das Finanças da Grécia
    © AFP 2019 / ARIS MESSINIS
    O referendo foi precedido por várias rodadas de conversações entre Atenas e os seus principais credores — o Banco Central Europeu, o Fundo Monetário Internacional e o Eurogrupo.

    Após cinco meses de negociações infrutíferas, a coalizão governamental do premiê grego decidiu consultar a população que a elegera no início do ano – já que, de fato, Tsipras e o Syriza venceram as eleições com a promessa de acabar com as medidas de austeridade, adotadas por governos anteriores em obediência às exigências financeiras internacionais.

    "[Putin e Tsipras] discutiram o resultado do referendo que aconteceu na Grécia sobre as condições dos credores internacionais que prestam ajuda financeira a Atenas, bem como várias questões de um maior desenvolvimento da cooperação greco-russa", afirma o comunicado do Kremlin.

    Segundo a nota, Putin também reforçou o apoio de Moscou ao povo grego na superação das dificuldades futuras que o país poderá enfrentar, agora que disse “não” à austeridade.

     

    Mais:

    Grécia solicitará alocação de verbas ao Banco Central Europeu neste domingo
    Grécia: 59,7% da população dizem "não" à austeridade, revelam os primeiros dados oficiais
    Yanis Varoufakis: A Europa está fazendo terrorismo com a Grécia
    Tsipras pede corte de 30% na dívida e carência de 20 anos
    Vladimir Putin e Alexis Tsipras conversam sobre construção de gasoduto através da Grécia
    Tags:
    democracia, Zona do Euro, euro, austeridade, dívida, Grexit, referendo, Kremlin, Eurogrupo, Comissão Europeia, Banco Central Europeu, FMI, Vladimir Putin, Alexis Tsipras, Europa, Alemanha, União Europeia, Rússia, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar