08:37 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Reunião do P5+1 e Irã em Viena, Áustria

    As principais sanções contra o Irã poderão ser suspensas ainda este ano

    © AFP 2017/ JOE KLAMAR
    Mundo
    URL curta
    1535111

    O Irã pode se livrar das principais sanções até o final do ano caso concorde em rever questões relacionadas ao aspecto militar de seu programa nuclear, informou ao Sputnik neste domingo (5) uma fonte diplomática ocidental em Viena.

    "As principais sanções poderão ser suspensas antes do final do ano, em dezembro, se se conseguir corrigir as principais questões relacionadas com os aspectos militares do programa nuclear [de Teerã]", disse a fonte.

    Ainda especificou que as sanções de que trata seriam principalmente aquelas de cunho econômico.

    Os inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) buscam determinar se o programa nuclear do Irã esconde intenções militares.

    Por seu lado, Teerã assegura que desenvolve tecnologia atômica somente com fins científicos e energéticos.

    O Irã e o Grupo 5+1 (formado por China, EUA, França, Grã-Bretanha e Rússia, os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha) seguem negociando sobre o futuro do programa nuclear iraniano.

    As seis potências pretendem que o Irã dê garantias do caráter civil do programa em troca da suspensão das sanções impostas por vários países e pela comunidade internacional.

    Nas últimas semanas Viena tem sido sede da nova rodada de negociações entre o Grupo 5+1 e Irã para tentar estabelecer um acordo definitivo sobre o programa nuclear do país islâmico.

    Em 30 de junho os negociadores adiaram o diálogo para 7 de Julho. Neste mesmo dia, a UE e os EUA anunciaram que prorrogaram as medidas restritivas contra o Irã também até 7 de julho.

    O Secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e seu colega iraniano, Mohammad Javad Zarif, realizaram uma série de reuniões sobre o assunto na capital austríaca.

    Por sua vez, o Departamento de Informação e Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia informou que o ministro do Exterior, Sergei Lavrov, se unirá no domingo às negociações.

    O objetivo final seria garantir, pelo maior período de tempo possível, que o programa nuclear iraniano tenha unicamente fins civis, em troca da suspensão de sanções que bloqueiam a economia da potência regional xiita de 78 milhões de habitantes.

    Mais:

    Bélgica encerra participação na coalizão contra EI enquanto Irã toma iniciativa
    Negociações sobre programa nuclear do Irã prolongam-se e são intensificadas
    Mídia: Obama envia carta secreta sobre programa nuclear ao governo do Irã
    Negociações sobre programa nuclear do Irã em progresso
    Tags:
    sanções, armas nucleares, energia nuclear, P5+1, Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Sergei Lavrov, Mohammad Javad Zarif, John Kerry, Viena, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik