00:11 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, disse nesta sexta-feira que o seu país está pronto para ajudar a comunidade internacional a combater os desafios comuns, como o extremismo violento.

    Em mensagem publicada no YouTube, o chanceler iraniano declarou que Teerã pretende chegar a um acordo (sobre seu programa nuclear) bom e equilibrado, que lhe permita "abrir novos horizontes para enfrentar importantes desafios comuns". 

    "Nossa ameaça em comum hoje é o crescimento do extremismo violento e da barbárie completa", afirmou Zarif. 

    Em entrevista à Sputnik, o analista Reza Hojjat-Shamami, um dos chefes do Centro de Pesquisa sobre Irã e Eurásia em Teerã, disse que, por ter uma postura muito cética em relação às atividades da coalizão internacional que combate o Estado Islâmico na Síria e no Iraque, o Irã tem planos reais de encabeçar a coalizão regional contra o EI. 

    Já Seyed Hadi Afghahi, ex-funcionário da embaixada iraniana no Líbano, acredita que o grande problema do atual combate ao terrorismo na região é que países como Estados Unidos, Reino Unido e França não querem, na realidade, a prosperidade, a paz e a estabilidade do Oriente Médio.

    "É favorável para eles que aqui seja esse caos, com guerras entre xiitas e sunitas”, afirmou. Por esse motivo, Afghahi também defende a criação da aliança liderada por Teerã:

    “Caso fosse criada a aliança com o Afeganistão e o Paquistão, onde os terroristas da Al-Qaeda e do Estado Islâmico tentam ampliar a sua influência, e mesmo a aliança com outros Estados, o Irã poderia se tornar o fundador e o autor espiritual dessa aliança, tendo em conta a experiência iraniana em combate ao terrorismo". 

    Mais:

    Putin e presidente do Irã vão se encontrar na região do Volga
    Presidente do Irã se encontrará com chefe da AIEA na quinta-feira
    Estabelecido novo prazo para o acordo nuclear do Irã
    Tags:
    terrorismo, extremismo, Sputnik, YouTube, Reza Hojjat-Shamami, Seyed Hadi Afghahi, Mohammad Javad Zarif, Paquistão, Afeganistão, Líbano, Teerã, França, Reino Unido, EUA, Oriente Médio, Síria, Iraque, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar