00:26 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    002
    Nos siga no

    O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, e o presidente dos EUA, Barack Obama, conversaram por telefone na quarta-feira (1). Segundo o governo italiano, eles falaram sobre terrorismo, a Grécia e os problemas na Líbia.

    Renzi e Obama puderam discutir as consequências da piora no quadro político líbio desde a queda de Muammar Khadhafi, derrubado por uma operação militar da OTAN em 2011. Eles falaram sobre o grande número de imigrantes da Líbia que cruzam o mar Mediterrâneo em embarcações precárias rumo a Europa, especialmente a Grécia e a Itália.

    O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados divulgou um relatório, na quarta-feira (1), mostrando que o número de imigrantes que chegam ao continente por mar aumentou 80%, atingindo 135 mil pessoas. O organismo destacou que a maioria partiu da Síria e da Líbia.

    A crise grega e o referendo proposto por Atenas, que acontecerá no domingo (5), também ocuparam boa parte da conversa entre Renzi e Obama.

    Tags:
    EUA, Itália, Líbia, Grécia, Síria, Mar Mediterrâneo, Muammar Khadhafi, Matteo Renzi, Barack Obama, ACNUR, Nações Unidas, ONU, OTAN, conversa, terrorismo, crise, imigrantes, telefonema
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar