10:08 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Norte da África está em alerta máximo desde o ataque da última sexta-feira, na Tunísia, que deixou 39 mortos

    Marrocos prende possíveis jihadistas que se preparavam para ir à Dinamarca

    KENZO TRIBOUILLARD
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    A polícia do Marrocos anunciou nesta quarta-feira a detenção de três cidadãos do Afeganistão suspeitos de ligação com grupos terroristas que tentavam pegar um voo com destino à Dinamarca.

    De acordo com as autoridades marroquinas, a prisão dos supostos jihadistas foi realizada no último sábado, no aeroporto de Marrakech.

    Os três suspeitos tentavam embarcar com passaportes paquistaneses falsificados. E carregavam, segundo nota do Ministério do Interior, documentos suspeitos com "conteúdos jihadistas". 

    Com o Norte da África em alerta máximo após o massacre em uma praia da Tunísia na última sexta-feira, investigadores do Marrocos afirmaram ter descoberto uma rede internacional de recrutamento de terroristas, mas não deram detalhes sobre a suposta ligação entre essa rede e os afegãos detidos no aeroporto. 

    Mais:

    Série de ataques a instalações militares no Egito deixam ao menos 30 mortos
    Polícia francesa detém suspeito de atentado em usina de gás
    Após atentado terrorista,Tunísia planeja fechar 80 mesquitas
    Rússia condena ataque na Tunísia e pede medidas emergenciais para prevenir mais tragédias
    Tags:
    jihadistas, terrorismo, Dinamarca, Marrakech, Norte da África, Marrocos, Tunísia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar