07:33 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Gás russo

    Ucrânia deixará de comprar gás russo a partir de 1º de julho

    © Sputnik / Pavel Palamarchuk
    Mundo
    URL curta
    0 112

    A estatal ucraniana Naftogaz disse nesta terça-feira que a partir de primeiro de julho vai parar de comprar gás da empresa russa Gazprom, justificando a sua decisão pela alegação de que as partes não conseguiram chegar a acordo sobre o preço do combustível.

    "Considerando que o contrato atual entre a Naftogaz e a Gazprom expira em 30 de Junho e que as partes não chegaram a um acordo sobre um novo contrato na terça-feira, a empresa vai parar de comprar gás da companhia russa", comunicou a Naftogaz após as negociações tripartites em Viena.

    O trânsito de gás através do território da Ucrânia para os clientes da Gazprom na Europa continua a ser feito ao em virtude dos contratos vigentes, acrescentou na nota.

    Por sua parte, o ministro da energia russo Aleksandr Novak disse que esta decisão é puramente política.

    "A contraparte ucraniana não tem bases para renunciar à compra de gás, já que os preços que propusemos, considerando os descontos, são muito competitivos, e a única explicação é que esta é uma decisão política, porque não há razões econômicas que a justifiquem", disse o ministro.

    As negociações tripartites foram precedidas por reuniões bilaterais entre a Comissão Europeia e as delegações da Rússia e da Ucrânia.

    A Ucrânia já havia expressado sua oposição às condições as quais a Rússia propõe fornecer gás, em particular ao desconto de 40 dólares e ao preço final de 247,18 dólares por mil metros cúbicos.

    Novak, por sua vez, indicou que a Rússia não irá negociar um desconto sobre o preço do gás para o terceiro trimestre, uma vez que a decisão já foi feita e aprovada pelo governo russo.

    Mais:

    Especialista: União Europeia não conseguirá substituir o gás russo que passa pela Ucrânia
    Rússia quer incluir obrigações de gás da Ucrânia em novo acordo
    Kiev pede a Moscou para prolongar desconto sobre fornecimento de gás
    Tags:
    fornecimento, gás, Naftogaz, Gazprom, Alexander Novak, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik