08:31 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Polícia francesa no local do atentado em Saint-Quentin-Fallavier.

    Homem decapitado em atentado na França é identificado

    © AFP 2017/ Philippe Desmazes
    Mundo
    URL curta
    111

    As autoridades francesas anunciaram que o corpo decapitado encontrado após o atentado a uma usina de gás em Saint-Quentin-Fallavier, na França, era de um funcionário de uma empresa de transporte e realizava uma entrega. Seu nome não foi divulgado, mas a mídia francesa destacou que sua cabeça foi pendurada em uma grade.

    O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, afirmou que o homem “é uma vítima inocente que foi assassinada e vilmente decapitada”. Antes, a Air Products, empresa proprietária da usina de gás, divulgara que contatara todos os seus funcionários que trabalham na unidade e que todos estavam bem.

    A polícia da França prendeu Yassim Salhi como suspeito do atentado. Ele teria ligações com o movimento salafista e já fora preso em 2006 por radicalismo. O dono de um automóvel que rondou a companhia antes do ataque também chegou a ser detido, mas nenhuma ligação com ação fora encontrada.

    Nesta sexta-feira (25), a usina de gás foi alvo de explosões. Um corpo decapitado estava ao lado de uma bandeira com inscrições em árabe, que, segundo o jornal Le dauphiné Libéré, pertencia ao Estado Islâmico.

    Tags:
    cabeça, movimento salafista, vítima, usina de gás, decapitação, suspeito, atentado, Le dauphiné Libéré, Air Products, Estado Islâmico, Yassim Salhi, Bernard Cazeneuve, Saint-Quentin-Fallavier, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik