17:07 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0230
    Nos siga no

    O jornal alemão Franfurter Allgemeine publicou nesta semana uma pesquisa de opinião pública indicando que apenas 50% da população da Alemanha mantêm uma boa relação pessoal com os EUA.

    Curiosamente, a publicação destacou que apenas os turcos têm uma atitude mais negativa frente ao país norte-americano do que os alemães, em termos de parcela da população.

    Para entender o que poderia causar tamanha antipatia aos EUA na Turquia, a Sputnik conversou com o diretor do Centro de Estudos Americanos do Instituto "Turquia no Século XXI" em Ancara, Ozdemir Akbal. Eis o que ele tem a dizer:

    "A imagem e a popularidade dos EUA na Turquia foram seriamente prejudicadas pela política de Washington no Oriente Médio, que começou com a ocupação do Iraque no início dos anos 2000, provocou guerras civis em uma série de países árabes e continua até os dias de hoje causando inúmeras vítimas na vizinha Síria. Os habitantes da Turquia reagiram de forma bastante acentuada a todos esses eventos e suas consequências".

    Nas suas palavras, apesar de parecer que as visitas do presidente dos EUA Barack Obama ao Egito e à Turquia, em 2008, poderiam melhorar a relação dos turcos com os EUA, o mesmo não aconteceu, já que os turcos compreendiam as verdadeiras intenções de Washington e são avessos aos seus planos de longo prazo no Oriente Médio.

    "Dessa forma, a relação negativa dos cidadãos turcos aos EUA passou a ser amplamente manifestada devido aos acontecimentos no Iraque, ficando visivelmente maior conforme a extensão da crise na Síria. Os turcos sempre desconfiaram das ações dos EUA, principalmente no Oriente Médio. Em nosso país, existem diversas teorias da conspiração – muito populares e amplamente divulgadas – nas quais, por via de regra, os EUA desempenham o papel principal. Portanto, não é de se admirar que a sociedade turca, como um todo, tem uma atitude muito negativa com relação aos EUA".

    Mais:

    EUA perderam influência no Oriente Médio
    Opinião: ações da Rússia neutralizam EUA no Oriente Médio
    Oriente Médio: EUA olham para seus próprios interesses
    Tags:
    Turquia, Alemanha, Oriente Médio, EUA, Ozdemir Akbal, Sputnik, política externa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar