16:49 21 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Lidia SENRA

    Deputada do Parlamento Europeu diz que sanções anti-Rússia servem para agradar os EUA

    © flickr.com / GUE/NGL
    Mundo
    URL curta
    0 151
    Nos siga no

    As sanções anti-Rússia da União Europeia destinam-se a agradar os EUA, afirmou a deputada espanhola do Parlamento Europeu Lidia Senra à Sputnik nesta quarta-feira (24). “A decisão política que foi tomada afeta a agricultura e é muito prejudicial. O objetivo é agradar os Estados Unidos", disse a parlamentar.

    Senra afirmou que era contra as restrições impostas pelo Ocidente à Rússia por seu suposto papel na crise ucraniana. “Esta guerra de sanções não funciona, a Europa deve ter um tipo diferente de relação com a Rússia.” Ela acrescentou que essas políticas só prejudicam os cidadãos.

    A União Europeia estendeu na segunda-feira (22) suas sanções anti-Rússia, que estão em vigor desde o ano passado, por mais seis meses. As medidas visam os setores de defesa, bancário e energético de Moscou, assim como vários indivíduos.

    Moscou tem repetidamente negado qualquer envolvimento na crise ucraniana e introduziu um embargo de um ano de importações de alimentos dos países que impuseram sanções contra a Rússia. A medida russa foi prorrogada nesta quarta-feira.

    Tags:
    crise ucraniana, relações, restrições, extensão, prorrogação, alimentos, importações, embargo, sanções, União Europeia, Parlamento Europeu, Lidia Senra, Moscou, Ucrânia, Ocidente, Espanha, EUA, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar