16:24 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 151
    Nos siga no

    As sanções anti-Rússia da União Europeia destinam-se a agradar os EUA, afirmou a deputada espanhola do Parlamento Europeu Lidia Senra à Sputnik nesta quarta-feira (24). “A decisão política que foi tomada afeta a agricultura e é muito prejudicial. O objetivo é agradar os Estados Unidos", disse a parlamentar.

    Senra afirmou que era contra as restrições impostas pelo Ocidente à Rússia por seu suposto papel na crise ucraniana. “Esta guerra de sanções não funciona, a Europa deve ter um tipo diferente de relação com a Rússia.” Ela acrescentou que essas políticas só prejudicam os cidadãos.

    A União Europeia estendeu na segunda-feira (22) suas sanções anti-Rússia, que estão em vigor desde o ano passado, por mais seis meses. As medidas visam os setores de defesa, bancário e energético de Moscou, assim como vários indivíduos.

    Moscou tem repetidamente negado qualquer envolvimento na crise ucraniana e introduziu um embargo de um ano de importações de alimentos dos países que impuseram sanções contra a Rússia. A medida russa foi prorrogada nesta quarta-feira.

    Tags:
    Rússia, Europa, EUA, Espanha, Ocidente, Ucrânia, Moscou, Lidia Senra, Parlamento Europeu, União Europeia, sanções, embargo, importações, alimentos, prorrogação, extensão, restrições, relações, crise ucraniana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar