22:57 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Tropas da OTAN (foto de arquivo)

    EUA anunciam plano agressivo de posicionar tropas nas fronteiras russas

    © AP Photo / Octav Ganea, Mediafax
    Mundo
    URL curta
    14234

    Em visita a Tallin, na Estônia, secretário de Defesa dos EUA disse que 250 tanques, artilharia e equipamentos militares serão posicionados em sete países com territórios que vão do Báltico até os Bálcãs.

    “Vamos temporariamente posicionar veículos e equipamentos de um time de combate de brigada em países da Europa Central e do Leste Europeu”, disse Carter à imprensa nesta terça-feira, em Tallin. 

    “A Estônia, assim como Lituânia, Letônia, Bulgária, Romênia e Polônia, concordou em receber elementos de tamanhos que vão de companhias até batalhões que serão movimentados na região para treinamentos e exercícios”, afirmou Carter.

    O equipamento militar pesado, que deve ser o suficiente para uma companhia de 150 soldados ou um batalhão de 750 soldados, vai incluir 250 tanques, veículos de infantaria e morteiros. De acordo com informações de oficiais militares americanos, a maior parte do equipamento já foi enviada à Europa — parte dela também será instalada na Alemanha.

    Anteriormente, neste mês, em resposta aos rumores de que os EUA estavam prontos para posicionarem até 5 mil soldados americanos no Báltico e nos países do Leste Europeu, o oficial Yuri Yakubov, do Ministério da Defesa da Rússia, disse que uma medida assim representaria “o passo mais agressivo do Pentágono e da OTAN desde a Guerra Fria.”

    “Se tanques, artilharia e outras armas aparecerem no Leste da Europa e no Báltico”, alertou Yakubov, “a Rússia não terá opção a não ser fortalecer suas tropas e recursos na frente ocidental.”


    Mais:

    Rússia quer minar OTAN, diz chefe do Pentágono
    Embaixador russo na Suécia: OTAN quer criar conflito no Báltico
    Mídia: OTAN discute estratégia nuclear da Rússia
    EUA podem instalar armas pesadas na Alemanha enquanto alemães se desiludem com OTAN
    Tags:
    equipamentos militares, fronteiras, fronteira, OTAN, Yuri Yakubov, Ashton Carter, Romênia, Bulgária, Polônia, Letônia, Estônia, EUA, Rússia, Bálcãs
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik