00:20 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Viktor Yanukovich, ex-presidente da Ucrânia

    Yanukovich admite que reintegração da Crimeia é ato consumado

    © Sputnik / Andrei Mosienko
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (286)
    192

    O presidente deposto da Crimeia, Viktor Yanukovich, classificou a reintegração da Crimeia à Rússia como “ato consumado”.

    “O passado é passado”, afirmou Yanukovich em uma entrevista à BBC. O ex-presidente, além disso, duvida que a península retorne à Ucrânia.

    “Noventa por cento da população da Crimeira votou pela saída da Ucrânia, o que acredito ser muito ruim. Mas é consequência do Maidan, do movimento nacionalista radical que aterrorizou a população da Crimeira”, afirmou.

    Yanukovich ressaltou ainda que eles “destruíram o país e arrastaram o mundo inteiro ao conflito: Europa, Rússia e Estados Unidos.”

    O ex-presidente lembra que o país está imerso em uma guerra há um ano e meio, e já perdeu a Crimeia, Donbass e milhares de vidas.

    Crimeia e Sebastopol se reintegraram à Rússia após um referendo em que 96,77% da população votou a favor da iniciativa.

    Yanukovich foi deposto do cargo de presidente da Ucrânia em fevereiro de 2014, após fugir do país por causa dos violentos distúrbios causados por protestos contra o governo.

    O Parlamento destituiu o então presidente por “abandono de suas funções constitucionais”, modificou a Constituição e convocou eleições presidenciais extraordinárias que terminaram com a vitória de Poroshenko.

    A mudança de poder não foi reconhecida pelas regiões do sudeste da Ucrânia e, para combater o foco de indignação, as novas autoridades de Kiev lançaram uma operação militar. As hostilidades já causaram quase 6.500 mortos e deixaram mais de 16 mil feridos, segundo números da ONU.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (286)

    Mais:

    Kiev pode proibir comércio com Donbass e Crimeia
    União Europeia prorroga sanções econômicas contra Crimeia e Sevastopol
    Rússia aumentará poderio militar na Crimeia em resposta à OTAN
    Tags:
    reintegração, conflito, Viktor Yanukovich, Ucrânia, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik