06:48 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (285)
    1446
    Nos siga no

    A Ucrânia não cederá na questão de sua integralidade territorial , declarou o presidente do país, Pyotr Poroshenko, que prometeu não permitir a criação de novas "repúblicas populares".

    "No que diz respeito à integridade do Estado, não haverá cessão, não se permitirá a criação de nenhuma autoproclamada 'república', a reação será instantânea", disse Poroshenko durante uma visita de trabalho a Mariupol, no sul da região de Donetsk.

    O presidente reforçou que não há guerra civil no leste do país.

    "Afirmei sempre e repito: não temos guerra civil alguma. Cão cederemos a ninguém nunca o território da Ucrânia", declarou.

    Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko
    © AP Photo / Alexander Zemlianichenko
    O líder ucraniano classificou o povo de Donbass como "reféns que se encontram no território ocupado por um agressor e que necessitam ser libertados. Mas só devemos libertá-los quando tivermos os meios e as Forças Armadas fortes", completou.

    Os habitantes das regiões de Donetsk e Lugansk, insatisfeitos com a mudança violenta do governo ucraniano em fevereiro de 2014, declararam em abril do mesmo ano a criação de "repúblicas populares". Kiev, por sua vez, respondeu com uma operação militar.

    Segundo dados recentes da ONU, cerca de 6.500 pessoas já morreram no conflito.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (285)

    Mais:

    Putin e Mattarella: Europa paga preço alto demais por conflito na Ucrânia
    Terminal petrolífera arde no centro da Ucrânia
    Opinião: “Ucrânia faz lei para ‘criar’ a sua própria História”
    Tags:
    conflito armado, Pyotr Poroshenko, Donetsk, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar