10:00 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Libia

    Putin culpa OTAN pelo desaparecimento da Líbia como Estado

    © Sputnik/ Andrey Stenin
    Mundo
    URL curta
    12978401

    A destruição da Líbia como Estado é resultado da intervenção militar da OTAN em2011, declarou o Presidente Vladimir Putin.

    "É claro que o que ocorre atualmente na Líbia é uma consequência direta da catástrofe econômica e social e dos incessantes ataques de grupos radicais. Não há dúvida de que somos testemunhas de uma verdadeira desintegração da Líbia como Estado, que é resultado da intervenção militar de 2011", disse Putin em entrevista coletiva após seu encontro com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi.

    O líder russo afirmou ainda que Moscou apoia uma solução exclusivamente pacífica para o conflito líbio, com participação de atores regionais e organizações internacionais.

    A Chancelaria da Rússia expressou seguidas vezes que a situação atual na Líbia é outra amostra de que o discurso ocidental sobre os direitos humanos e os valores democráticos não passam de uma cortina de fumaça para ocultar sua estratégia agressiva em relação a outros países.

    Depois da queda do regime de Muammar al-Gaddafi, em 2011, a Líbia segue em uma profunda crise política. Há, no país, várias milícias regionais e tribais que, em algumas regiões, contam com armamentos melhores do que a polícia local.

    A Líbia vive numa dualidade de poder: por um lado, o Parlamento eleito nas eleições gerais, com sede em Tobruk, e o governo de transição dirigido por Abdullah al-Thani; por outro, o Congresso Geral da Nação de tendência islâmica, com sede em Trípoli, e o primeiro-ministro eleito por esse congresso, Omar al-Hasi.

    Várias regiões da Líbia não estão sob controle dessas autoridades centrais, e entre os muitos grupos armados em atuação no país, alguns juraram fidelidade ao Estado Islâmico, que controla territórios consideráveis na Síria e no Iraque e realiza execuções públicas de reféns.

    Mais:

    Putin: “O G7 não é uma organização”
    Em visita à Itália, Putin desmente "isolamento"
    General americano chama Putin de líder mais respeitado do mundo
    Obama culpa Putin por consequências de sanções
    Tags:
    conflito, OTAN, Vladimir Putin, Itália, Rússia, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik