23:11 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    O distrito de Bruxelas que abriga as principais instituições da União Europeia precisou ser evacuado nesta terça-feira após uma ameaça de bomba no prédio do Conselho da UE, às vésperas do encontro entre as autoridades do bloco europeu e da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), que acontece amanhã e na próxima quinta-feira.

    Segundo a imprensa da Bélgica, o incidente ocorreu por volta das 21h30, horário local. O alerta de bomba foi ativado após suspeitas de que um veículo parado no estacionamento do edifício Justus Lipsius estaria repleto de explosivos. A informação foi confirmada informalmente por agentes de segurança do local, mas não pela polícia da capital belga. 

    No momento da confusão, estava sendo realizado no local um jantar com a presença do presidente do Equador, Rafael Correa, e do polonês Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu. O Serviço de Retirada e Destruição de Artefatos Explosivos foi chamado às pressas para cuidar da situação, e o trânsito na área precisou ser interrompido. 

    Embora um suspeito tenha sido detido, fontes da União Europeia garantiram a agências de notícias internacionais que se tratou apenas de um alarme falso e que nenhum explosivo foi encontrado no veículo inspecionado. 

     

    Mais:

    Congresso da FIFA recebe ameaça de bomba
    Mais um alerta de bomba em voo da Turkish Airlines
    Bomba explode em sede do diretório do PT em São Paulo
    Tags:
    explosivos, bomba, Conselho da UE, Conselho Europeu, CELAC, União Europeia, Rafael Correa, Donald Tusk, Caribe, América Latina, Bélgica, Europa, Bruxelas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar