03:27 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Pintura atribuída a Adolf Hitler e leiloada no Reino Unido há alguns anos, sob o título Cabana com telhado vermelho

    Pinturas de Adolf Hitler vão a leilão na Alemanha

    © AP Photo / Barry Gomer
    Mundo
    URL curta
    2118

    Aquarelas pintadas há cerca de cem anos pelo líder nazista Adolf Hitler serão leiloadas dentro de alguns dias por uma casa de leilões do sul da Alemanha, conforme anunciaram os organizadores nesta terça-feira.

    Os 14 trabalhos, realizados entre os anos de 1904 e 1922, devem passar pelo martelo entre os próximos dias 18 e 20, e a expectativa é a de que o mais barato tenha preço inicial de mil euros, enquanto o mais caro não poderá ser adquirido por menos de 45 mil euros. 

    De acordo com a casa de leilões Weidler, com sede na cidade de Nuremberg, o objeto mais valioso é uma pintura que retrata o Castelo de Neuschwanstein, do rei Luís II da Baviera, construído na segunda metade do século XIX.

    Em novembro passado, uma aquarela de Hitler de 1914 foi comprada por 130 mil euros em um leilão organizado pela Weidler. Mas o nome do comprador não foi revelado. 

    Pintura feita por Adolf Hitler entre 1911 e 1912, retratando o centro de Vienna
    © AFP 2019 / BEHROUZ MEHRI
    Pintura feita por Adolf Hitler entre 1911 e 1912, retratando o centro de Vienna

    Antes de assumir o poder na Alemanha e se tornar uma das figuras mais cruéis da História, Adolf Hitler tentou investir na carreira artística. Na juventude, chegou a tentar uma vaga na Academia de Belas-Artes de Viena, na Áustria, mas foi rejeitado.

    Segundo os especialistas, os quadros do líder nazista podem ser considerados medíocres. 

    Mais:

    TV da República Tcheca lança reality show sobre nazismo
    Rússia agradece América Latina pelo apoio na vitória contra o nazismo
    Historiador: memória é uma arma que deve impedir volta do nazismo
    Tags:
    Castelo de Neuschwanstein, Weidler, Academia de Belas-Artes de Viena, Adolf Hitler, Luís II da Baviera, Baviera, Nuremberg, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar