17:46 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    0 622
    Nos siga no

    Os líderes do G7 consideram impossível um retorno em breve da Rússia ao grupo, declarou neste fim de semana a chanceler alemã, Angela Merkel na cúpula que está sendo realizada na Baviera.

    “Sob o ponto de vista que compartilhamos hoje, a volta da Rússia, atualmente, é impossível”, disse Merkel à rede ARD ao indicar que todos os líderes do G7 têm a mesma opinião.

    A chanceler afirmou também a colaboração com a Rússia continuará em uma série de assuntos “em que há compreensão mútua.”

    “Nos assuntos do programa iraniano (…) ou o estabelecimento da paz na Síria, a Rússia será um parceiro como é no Quarteto da Normandia, no qual abordamos o conflito na Ucrânia”, declarou. 

    A cúpula do G7, formado por Alemanha, Canadá, EUA, França, Reino Unido, Itália e Japão, está sendo realizada nestes dias7 e 8 de junho, no hotel Schloss Elmau, no sul da Alemanha.

    Integrante do Grupo desde 1998, a Rússia foi praticamente expulsa em 2014 devido aos acontecimentos na Ucrânia. O Ocidente acusa a Rússia de participar do conflito em Donbass, iniciado em abril do ano passado. O Kremlin, por sua vez, seguidamente negou envolvimento e afirmou que jamais forneceu armas ou soldados ao grupo independentista formado pelas autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)

    Mais:

    Manifestantes anti-G7 pedem cooperação Europa-Rússia, segundo o Partido Comunista Alemão
    Merkel: países discutem formas de participação da Rússia no G7
    “G7 alternativo” é indignado pela atitude da UE para com Ucrânia
    Merkel classifica como "perda" ausência da Rússia no encontro do G7
    Tags:
    conflito armado, Kremlin, Quarteto da Normandia, G7, Angela Merkel, Donbass, Alemanha, EUA, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar