18:55 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk e colega canadense Stephen Harper.

    Canadá destina US$ 5 milhões para as forças de ordem da Ucrânia

    © REUTERS / Andrew Kravchenko/Pool
    Mundo
    URL curta
    0 19

    O Governo do Canadá destinou US$ 5 milhões para programas de formação e treinamento das forças de ordem da Ucrânia, afirmou o primeiro-ministro ucraniano Arseni Yatsenyuk após reunião com seu colega canadense, Stephen Harper.

    "O Canadá decidiu alocar 5 milhões de dólares para os programas de treinamento das forças de ordem da Ucrânia (…). Também esperamos a chegada de soldados canadenses que formarão os soldados ucranianos da Guarda Nacional", disse o ministro do país europeu.

    Esta é a terceira visita de Harper a Kiev desde Janeiro de 2014. É previsto que seja abordado com Yatseniuk e com o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, medidas contra a Rússia por conta da intensificação dos combates em Donbass, bem com o apoio financeiro a Ucrânia.

    As autoridades ucranianas lançaram em abril de 2014 uma operação militar contra as forças do leste da Ucrânia — a autoproclamada República Popular de Donetsk e, posteriormente, Lugansk — regiões insatisfeitas com as mudanças violentas de governo da Ucrânia que aconteceram em fevereiro daquele ano.

    Atualmente, na região vigora um acordo de cessar fogo que o Grupo de Contato Trilateral (composto por Rússia, Ucrânia e OSCE), encarregado de encontrar uma solução para a crise na região, aprovou em 12 de fevereiro, em Minsk.

    O cessar fogo prevê, entre outras medidas, a retirada das armas pesadas da chamada linha de demarcação, no entanto, os lados em conflito se acusam constante e mutuamente ​​de violação do acordo.

    Mais:

    Putin: a crise na Ucrânia foi provocada pelo comportamento pouco profissional do Ocidente
    Setor de Direita promete defender a Ucrânia de “invasão LGBT”
    Donetsk bombardeada por Ucrânia
    Rússia tem provas de que Ucrânia possui sistemas Buk
    Tags:
    treinamento militar, acordo, Exército, OSCE, Stephen Harper, Arseni Yatsenyuk, Pyotr Poroshenko, Canadá, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar