00:13 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    0 131
    Nos siga no

    A lista de europeus vetados na Rússia será cancelada imediatamente depois do fim das sanções da União Europeia contra cidadãos russos, afirmou o embaixador da Rússia para a UE, Vladimir Chizhov.

    “Assim que cancelarem sua lista negra, cancelaremos a nossa”, disse o diplomata russo ao canal Rossiya 1. Chizhov afirmou ainda que a lista russa é uma represália pelas medidas tomadas pela União Europeia.

    A câmara europeia decidiu, nesta terça-feira, limitar o livre acesso a Chizhov e a “outro diplomata concreto”, segundo informou seu presidente, Martin Schulz. Deputados e senadores russos deverão a partir de agora apresentar pedidos de acesso que serão estudados “caso a caso”.

    Nesta quarta-feira, Chizhov afirmou que as palavras de Schulz “foram mal interpretadas” e que, na verdade, a câmara europeia só autorizou a entrada dele e de outro diplomata russo. 

    Anteriormente, o deputado alemão Karl-Georg Wellman teve entrada negada na Rússia porque estava incluído na lista de pessoas da UE com proibição expressa de ingresso em território russo. Por causa do incidente, o Ministério de Relações Exteriores russo expressou a vontade de tornar pública sua lista negra — para evitar situações semelhantes no futuro.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)

    Mais:

    Medvedev cita "responsabilidade coletiva" da União Europeia nas sanções contra a Rússia
    Governo da Finlândia opta por mais cautela com União Europeia
    Lavrov e Mogherini discutiram imigração ilegal e as relações da Rússia com União Europeia
    Tags:
    represália, lista negra, sanções, União Europeia, Martin Schulz, Vladimir Chizhov, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar