10:40 20 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Nikita Simonyan, presidente da União Russa de Futebol.

    Presidente da União Russa de Futebol defende Michel Platini na presidência da FIFA

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Mundo
    URL curta
    0 02

    O presidente da União Russa de Futebol, Nikita Simonyan, expressou nesta quarta-feira (3) seu apoio à possível candidatura do presidente da UEFA, Michel Platini, à presidência da FIFA. Segundo o dirigente russo, o francês “se encaixa melhor do que ninguém no papel” sendo o mais experimentado.

    Venezuela's President Nicolas Maduro speaks during his weekly broadcast en contacto con Maduro (In contact with Maduro) at the Miraflores Palace in Caracas, in this June 2, 2015 handout picture provided by Miraflores Palace. Maduro on Tuesday suggested that Argentine soccer legend Diego Maradona become the next FIFA president, hours after a deepening soccer scandal spurred the resignation of the group's top official Sepp Blatter.
    © REUTERS / Miraflores Palace/Handout via Reuters
    Platini ainda não é oficialmente candidato, mas, segundo as bolsas de apostas de Londres, seria o favorito caso concorra ao cargo. Outros muitos nomes correm a mídia como futuros postulantes, dois já manifestados publicamente: o príncipe jordaniano Ali Bin al-Hussein e o ex-jogador francês David Ginola.

    Na terça-feira (2), o ministro dos Esportes russo, Vitaly Mutko, que é membro do Comitê Executivo da FIFA, afirmou que não há qualquer perigo da Copa do Mundo de 2018 sair da Rússia. Ele disse, ainda, que fica difícil falar sobre as chances de vitória de Platini, pois haverá muitos candidatos ao cargo, porém o francês é “um homem respeitado”.

    A presidência da FIFA ficará após o anúncio da renúncia de Joseph Blatter, eleito na sexta-feira (29) mesmo em um panorama de denúncias na entidade e prisões de alguns de seus membros.

    Tags:
    eleição, renúncia, apoio, pré-candidatura, Copa do Mundo, FIFA, UEFA, União Russa de Futebol, Nikita Simonyan, Joseph Blatter, David Ginola, Ali bin al-Hussein, Vitaly Mutko, Michel Platini, França, Jordânia, Londres, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar