20:24 05 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    Fontes da segurança nigeriana informaram que o Boko Haram matou 11 pessoas neste sábado (30) após um ataque pràximo a Maiduguri, capital do estado de Borno. A cidade tem 2 milhões habitantes, mas a ação extremista teria acontecido no povoado de Mula, distante 10 km. Disparos de armas de grosso calibre puderam ser ouvidos da região sudeste do país.

    Maiduguri pode receber o centro de comando das operações militares do país contra o grupo Boko Haram. O novo presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, que assumiu o cargo na sexta-feira (29) afirmou que tomaria esta medida em breve. O chefe de Estado prometeu, durante o discurso de posse, esmagar os extremistas.

    Buhari afirmou que a luta contra o Boko Haram não estará terminada enquanto não forem libertadas as centenas de meninas sequestradas no ano passado, assim como as muitas vítimas capturadas. O novo presidente recebeu a promessa do EUA de colaborar contra o extremismo no país com a ampliação da ajuda militar aos nigerianos.

    A luta contra o Boko Haram já provocou a morte de mais de 13 mil pessoas e obrigou 1,5 milhões a deixarem suas casas. Nas últimas semanas, centenas de crianças e mulheres sequestradas no ano passado foram libertadas. No entanto, ainda há muitos nigerianos em poder dos extremistas.

    Tags:
    mortes, reação, sequestro, extremismo, ataque, Boko Haram, Muhammadu Buhari, Maiduguri, EUA, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar