16:32 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras países BRICS

    Rússia propõe criação de análogo do SWIFT para os BRICS

    © Sputnik/
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    0 161

    O Banco Central da Rússia propôs discutir a criação dentro dos BRICS de um análogo do sistema ocidental de pagamento internacional SWIFT, segundo disse nesta sexta-feira (29) a vice-diretora do banco, Olga Skorobogatova.

    O grupo BRICS promove a cooperação entre Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul em uma ampla gama de temas e questões, incluindo finanças e economia.

    "Falando sério, atualmente não há análogo para o SWIFT no mundo. O único problema que pode ser do interesse de todos nós é o de considerar e discutir a possibilidade de criar um sistema que seria aplicável a todos os países do BRICS para nos proteger, para ser usado como um backup", disse Skorobogatova.

    O SWIFT, acrônimo para Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais, engloba mais de dez mil instituições financeiras em 210 países e fornece a infraestrutura eletrônica para a movimentação de US$ 6 bilhões em operações interbancárias a cada dia.

    Com a deterioração das relações entre Moscou e o Ocidente, na sequência da crise ucraniana, a União Europeia e os Estados-membros consideraram desconectar a Rússia da rede SWIFT.

    Agora, a criação de um sistema análogo no âmbito dos BRICS parece responder a diversas pautas necessárias à formação de uma ordem internacional verdadeiramente multipolar. Em 2006, por exemplo, o SWIFT virou o tema central de uma polêmica envolvendo EUA e União Europeia. Após uma série de artigos em diversos jornais norte-americanos, descobriu-se que o Departamento do Tesouro dos EUA e a CIA haviam criado um software chamado "Terrorist Finance Tracking Program", elaborado no contexto da política de "Guerra ao Terror" defendida pela administração Bush, e que tinha a finalidade de rastrear terroristas. Porém, de fato, o programa permitia ao governo norte-americano acessar quaisquer informações sobre transferências bancárias na base de dados da rede Swift. Tal privilégio ficou conhecido como "acordo swift", já que era resultado de um acordo direto entre Washington e a instituição.

    Ainda em 2006, o governo belga declarou que este acordo violava as leis do país, bem como as da União Europeia. E em fevereiro de 2010, o parlamento europeu rejeitou o "acordo swift" em virtude dos direitos à privacidade dos seus cidadãos.

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)

    Mais:

    BRICS não pretendem virar aliança militar
    Instituições ocidentais provocam saída de finanças dos BRICS
    Economista atribui evasão de recursos dos BRICS ao pagamento de juros da dívida externa
    BRICS planejam reforçar cooperação econômica e na área da segurança
    Participação brasileira no Banco e no Fundo dos BRICS só depende do Senado
    Tags:
    cooperação, BRICS, Brasil, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik