11:15 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Relações sino-russas

    Rússia e China podem formar 'parceria continental eurasiática'

    © Sputnik/ Sergei Guneev
    Mundo
    URL curta
    0 261

    O vice-chanceler russo, Igor Morgulov, declarou que a Rússia e a China estão indo na direção de formar uma parceria continental que incluirá a cooperação entre rota de comércio Oriente-Ocidente de Pequim junto com União Econômica Eurasiática, liderada por Moscou.

    "A partir de 2010, a China afirmou-se como o principal parceiro comercial da Rússia", disse Morgulov durante uma conferência internacional em Moscou, acrescentando que espera que esta tendência continue.

    A conferência intitulada “Rússia e China: Nova Parceria em um Mundo em Mudança” tratou dos planos para conectar a integração econômica da Eurásia e a iniciativa de Pequim de criar uma moderna rota de comércio.

    "Esta é uma perspectiva extremamente importante para a futura cooperação", disse o vice-ministro. Morgulov lembrou que os líderes da Rússia e da China assinaram uma declaração conjunta sobre o reforço da parceria sino-russa. 

    "Este é um grande passo no sentido de conectar duas iniciativas importantes e combinar nossas forças ao longo do caminho estratégico", disse ele.

    "Estamos falando de fato sobre a formação de uma espécie de uma parceria continental euroasiática que incluiria os países da União Econômica da Eurásia e a China", acrescentou o diplomata. 

    O novo bloco político e econômico da União Econômica Eurasiática, liderado pela Rússia, começou a operar em janeiro, substituindo a Comunidade Econômica da Eurásia, que cessou oficialmente de existir em outubro. A união inclui a Rússia, Bielorússia, Cazaquistão, a Armênia e o Quirguistão.

    Projeto de integração com a China tem como objetivo reavivar uma antiga rota de comércio chinesa e construir um corredor de transporte, energia e comércio entre Europa e Ásia.


    Mais:

    Gigante asiático levanta-se: China defende seus interesses face aos EUA
    Entrevista: China pode reconstruir estação brasileira na Antártida
    Investimentos da China na Rússia chegarão a US$ 10 bi, avalia especialista
    Rússia e China estão se preparando para pousar na Lua
    Tags:
    cooperação, parceria, União Eurasiática, União Econômica Eurasiática, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik