03:22 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Cidade de Áden, no Iêmen

    Iêmen: ataques antiterroristas deixam mais de 40 rebeldes mortos

    © REUTERS / Stringer
    Mundo
    URL curta
    0 07
    Nos siga no

    Pelo menos 40 militantes rebeldes foram mortos em ataques aéreos da coalizão árabe e em combates realizados nesta quinta-feira na cidade iemenita Áden, segundo indicou o vice-governador Naëf al-Bakri em entrevista à imprensa.

    Habitantes da região disseram que os bombardeios liderados pela Arábia Saudita contra o território do Iêmen duraram o dia inteiro, e foram reforçados por ataques em terra da milícia conhecida como Resistência Popular, formada por combatentes fiéis ao governo. 

    De acordo com o vice-governador, a operação desta quinta-feira pode ser considerada um grande sucesso, pois foram destruídos diversos veículos utilizados pelos houthis, vários militantes foram mortos e outras dezenas ficaram feridos.

    Mais cedo, fontes militares haviam contabilizado 19 vítimas fatais entre combatentes e civis na cidade de Áden em dois dias de confronto.

    No momento, após meses de conquistas territoriais, os rebeldes houthis controlam quase a metade de Áden, incluindo áreas sensíveis como o aeroporto, o palácio presidencial, a sede da quarta região militar, delegacias de polícia, o distrito diplomático e escritórios da inteligência.

    Segundo as Nações Unidas, o conflito no Iêmen já deixou cerca de 2 mil mortos e 8 mil feridos, incluindo vários civis. 

    Mais:

    Sauditas bombardeiam casa de filho do ex-presidente do Iêmen
    ONU apoia proposta russa de conferência sobre Iêmen
    Iêmen: Arábia Saudita atacou ONG de ajuda humanitária e matou cinco etíopes
    Irã vai usar via alternativa para ajudar o Iêmen
    Tags:
    houthis, Resistência Popular, Naëf al-Bakri, Arábia Saudita, Áden, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar