22:55 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Combatente da República Popular de Donetsk em um mercado destruído no leste ucraniano

    RPD: Tropas de Kiev usam escola regional de Donetsk como escudo humano

    © Sputnik / Den Levi
    Mundo
    URL curta
    0 06

    As tropas de Kiev tomaram o controle sobre o edifício de uma escola secundária na pequena cidade ocupada de Aleksandro-Shultino, situada no território da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), segundo informou o porta-voz do Ministério da Defesa da região independentista, Eduard Basurin, em briefing nesta terça-feira (26).

    Segundo ele, "comandantes de unidades do exército ucraniano, buscando a autopreservação, estão tentando se esconder atrás da população civil".

    "De acordo com nossa inteligência, um batalhão das Forças Armadas da Ucrânia rejeitou seu estabelecimento em condições de campo e ocupou o prédio de uma escola secundária na localidade de Aleksandro-Shultino por iniciativa própria", afirmou o representante da RPD. O vilarejo em questão faz parte do distrito de Konstantinovsky.

    Ontem (25), Basurin acusou o exército ucraniano de violar os Acordos de Minsk enviando tropas e armamentos pesados para perto da linha de contato no leste do país, o que contradiria um dos principais pontos do documento assinado em fevereiro para a resolução da crise.  

    Além disso, ele também reportou que um hospital de Donetsk, na cidade de Dzerzhinsk, havia sido tomado por um batalhão de soldados ucranianos. O informe veio alguns dias após o porta-voz ter mencionado relatos de que uma unidade de mercenários havia sido enviada para um hospital infantil na região.

    "O reconhecimento militar da RPD avistou repetidamente a presença de mercenários estrangeiros lutando pelas autoridades de Kiev no território de Donbass. Um grupo de pessoas negras foi notado nas instalações de um hospital infantil em Dzerzhinsk. Os funcionários de uma empresa militar privada são vigiados por militares posicionados ao redor do território do hospital", disse Basurin na última quinta-feira (21), citado pela Agência de Notícias de Donetsk.


    Mais:

    Opinião: Ocidente está assustado com o monstro que criou na Ucrânia
    Opinião: Europa deve exigir que Kiev pare de torturar prisioneiros
    Moscou: tentativa de Kiev de retomar aeroporto de Donetsk viola acordos de Minsk
    Porta-voz de Putin: não há militares russos em Donbass
    Tags:
    cessar-fogo, Acordos de Minsk, mercenários, escudo humano, escola, hospital, Eduard Basurin, Aleksandro-Shultino, Dzerzhinsk, RPD, Donetsk, Ucrânia, Donbass, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik