22:02 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Forças navais da China nas ilhas Spratly

    China aumenta sua proteção no mar do Sul

    © AFP 2018 / RITCHIE B. TONGO
    Mundo
    URL curta
    0 272

    O Conselho de Estado da China divulgou um documento nesta terça-feira (26) prometendo “a proteção dos mares abertos” e reclamou das “ações provocativas” dos vizinhos em seus recifes e ilhas do mar do Sul.

    A China aumentará sua presença militar na região marítima e lançou nesta terça-feira dois faróis nas águas cuja soberania é reivindicada também por Taiwan, Brunei, Malásia, Vietnã e Filipinas. O território tem 3,5 milhões de metros quadrados de riquezas naturais e, também, hoje o presidente taiwanês, Ma Ying-jeou, propôs a exploração conjunta dos recursos e sua partilha.

    Na semana passada, um avião espião dos EUA sobrevoou o arquipélago de Spratly, alimentando a tensão na região e fazendo com que Pequim aumente sua presença militar no mar do Sul. Anualmente, passa por essas águas em comércio o total de US$ 5 trilhões.

    Tags:
    águas terriroriais, recursos naturais, farol, presença militar, disputa, soberania, Ma Ying-jeou, Spratly, Brunei, Mar do Sul da China, Mar da China, Malásia, Pequim, Vietnã, Filipinas, Taiwan, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik