03:36 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Arseny Yatsenyuk, primeiro-ministro da Ucrânia

    Yatsenyuk pede a Washington que compre estatais ucranianas

    © AFP 2017/ TOBIAS SCHWARZ
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    0 1052027

    Primeiro-ministro da Ucrânia quer que empresas americanas sejam parte ativa na compra de propriedades estatais como parte de campanha por privatização.

    O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatsenyuk, pediu nesta segunda-feira que empresas americanas sejam parte ativa na compra de propriedades do país — como parte de uma campanha de privatização.

    "O primeiro-ministro da Ucrânia pediu a parceiros dos EUA que usem de forma ativa as oportunidades de investimento oferecidas pela campanha de privatização da Ucrânia, particularmente no setor energético", diz um comunicado no portal do governo da Ucrânia.

    O comunicado foi publicado logo depois de conversas entre Yatsenyuk e o senador americano Dick Durbin. Eles debateram o estado atual das reformas na economia ucraniana, a preparação para a privatização em larga escala e o processo de recuperação da economia ucraniana.

    Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko
    © AP Photo/ Alexander Zemlianichenko
    No fim de março, o governo ucraniano aprovou uma lista de instalações sujeitas à privatização e colocou à venda empresas do setor energético, predominantemente. A lista inclui a UkrTorf, a Centrenergo, várias estações de força e empresas energéticas regionais.

    Também em março, o FMI concordou com um pacote de ajuda financeiro de quatro anos para a Ucrânia. O Fundo alocou US$ 17,5 bilhões para salvar o país em troca do compromisso de Kiev na busca de profundas reformas políticas, sociais e financeiras.

    Ao todo, a Ucrânia vai receber cerca de US$ 40 bilhões em um pacote de ajuda liderado pelo FMI para evitar um colapso financeiro nos próximos quatro anos.

    Tema:
    Ucrânia em foco da política internacional (289)

    Mais:

    Ex-ministro da Defesa ucraniano afirma que Poroshenko deve renunciar
    Hackers revelam: na Ucrânia não há dinheiro
    Opinião: Ocidente está assustado com o monstro que criou na Ucrânia
    Gérard Depardieu declara amor por Putin e fala sobre Ucrânia
    Tags:
    privatização, energia, FMI, Arseny Yatsenyuk, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik