09:45 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Relações sino-russas

    Rússia e China condenam interferência na soberania e assuntos internos

    © Sputnik/ Sergei Guneev
    Mundo
    URL curta
    0 752241

    O secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev, e o conselheiro de Estado da China, Yang Jiechi, realizaram em Moscou consultas sobre questões de segurança estratégica. A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Conselho de Segurança russo.

    Russian-Chinese drills Joint Sea-2015 in Mediterranean
    © Foto: Ministry of Defence of the Russian Federation
    Segundo o comunicado, “é inaceitável a interferência nos assuntos internos dos Estados e imposição de uma vontade a outros”.

    "Expressamos nossa rejeição às tentativas de mudança de poder a partir do exterior e à imposição de sanções unilaterais, com base na legislação nacional de cada país", afirma o texto. 

    “Setenta anos de propósitos e princípios da Carta da ONU permanecem válidos. No entanto, o processo de compreender e implementar as ideias contidas nela ainda não estão completas. Os Estados devem respeitar a soberania, independência e integridade territorial de cada um, além da escolha da estrutura social e política e as formas de desenvolvimento de cada país”, diz o texto da declaração conjunta. 

    Nikolai Patrushev, por sua vez, afirmou que a Rússia e a China, como países que sofreram as maiores perdas na Segunda Guerra Mundial, devem opor-se às tentativas de renascimento do fascismo e a falsificação dos resultados da guerra.

    "É importante que todos os Estados abandonem o pensamento obsoleto da ‘guerra fria’ e formem uma nova visão de longo prazo, a segurança indivisível e universal baseado na cooperação", diz o comunicado conjunto.

    As partes ainda destacaram que todas as contradições e divergências precisam ser resolvidas pacificamente através do diálogo e de consultas.


    Mais:

    China exige que EUA parem de sobrevoar suas ilhas artificiais
    Exercícios de Rússia e China mostram capacidade de preservar a estabilidade no oceano
    Implantação de sistema de defesa de mísseis dos EUA preocupa Rússia, China e Coreia do Sul
    Li Keqiang no Rio: China quer instalar fábricas e gerar empregos aqui
    Rússia e China se unem contra os piratas em manobras no Mediterrâneo
    Tags:
    soberania, ONU, Nikolai Patrushev, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik