11:45 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Barack Obama, John Kerry e líderes de vários países árabes do golfo Pérsico durante encontro em Camp David em 14 de maio de 2015.

    EUA facilitam vendas de material bélico para Estados árabes

    © AP Photo / Pablo Martinez Monsivais
    Mundo
    URL curta
    0 114
    Nos siga no

    Os EUA prestarão ajuda no desenvolvimento de sistemas de defesa antimíssil dos países do Conselho de Cooperação dos Estados Árabes do Golfo (GCC, na sigla em inglês).

    Um funcionário do Departamento de Estado norte-americano declarou, em entrevista à emissora Sputnik, que os EUA decidiram tratar os Estados do GCC como uma organização internacional para o programa de Vendas Militares para Países Estrangeiros (FMS, na sigla em inglês), o que fez a execução dos contratos internacionais da defesa mais fácil:

    "Entre os Estados Unidos e os nossos parceiros no GCC houve vários anos de cooperação produtiva na área de planejamento da defesa antimíssil (DAM); houve também discussões produtivas sobre a arquitetura da DAM conjunta. Isso ficou refletido na decisão do presidente [dos EUA, Barack Obama] de dezembro de 2013, que já considera os Estados do GCC como uma organização internacional para vendas de material bélico".

    Ele também disse que este é o resultado da vasta cooperação no âmbito da defesa antimíssil entre as partes. Em 14 de maio, Barack Obama reuniu-se com os líderes dos países do GCC (Bahrain, Kuwait, Omã, Qatar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos) em Camp David. As partes discutiram um vasto leque de questões da cooperação regional na área de segurança, inclusive na defesa antimíssil.

    De acordo com o funcionário norte-americano, a decisão de tratar os Estados do GCC como uma organização internacional para facilitar vendas de material bélico permitirá “cumprir o compromisso de tornar o Golfo um parceiro mais forte e mais capaz de confrontar várias ameaças para os nossos interesses conjuntos”.

    Mesmo tendo acabado de implantar os mísseis Patriot e considerando comprar os sistemas antimísseis norte-americanos THAAD, os países árabes do Golfo estão muito preocupados com o programa nuclear do Irã e os avanços na tecnologia de mísseis balísticos iranianos.

    Mais:

    Obama promete proteger seus aliados do Golfo de qualquer ‘ataque externo’
    Tags:
    Defesa antimíssil (DAM), cooperação, Conselho de Cooperação dos Estados Árabes do Golfo (GCC), Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar