01:41 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 61
    Nos siga no

    O Irã espera que suas exportações de petróleo retornem ao nível de pré-sanções de 2,5 milhões de barris por dia dentro dos próximos três meses, uma vez que o acordo com as grandes potências sobre o levantamento do embargo do petróleo está concluído, disse o vice-ministro iraniano do Petróleo.

    "Esperamos poder voltar aos níveis de exportação que tínhamos antes das sanções", disse  Roqneddin Javadi, diretor da Companhia Nacional de Petróleo do Irã.

    Javadi espera que o preço do petróleo suba para cerca de $80 por barril até o fim de 2016, acrescentando que a Ásia poderia absorver mais de 50 por cento das exportações do Irã.

    Segundo ele é pouco provável que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decida cortar a produção na sua próxima reunião de 5 de junho.

    Entretanto Teerã disse no domingo que está pronto para iniciar as exportações de petróleo bruto para a Europa assim que as sanções econômicas sejam canceladas.

    Em uma entrevista à agência de notícias iraniana IRNA, Mohsen Qamsari, diretor para assuntos internacionais da Companhia Nacional de Petróleo do Irã disse que o Irã pode fornecer metade do petróleo bruto para o mercado europeu.

    Ele acrescentou que os europeus já exprimiram interesse em retomar as importações de petróleo do Irã e que Teerã pode aumentar o fornecimento de petróleo para níveis pré-sanções, "desde que os europeus estejam prontos para isso."

    A atual produção de petróleo do Irã é estimada em cerca de 2,7 milhões de barris por dia.

    No dia 2 de abril o grupo de mediadores internacionais P5+1 chegou a acordo com o Irã sobre o futuro do programa nuclear de Teerã.

    Conforme o acordo, o Irã acedeu a reduzir o enriquecimento de urânio e a retirar os estoques de urânio do país. Em outras palavras, limitar seu programa nuclear em troca do fim das sanções. 

    Em troca da promessa de Teerã de tornar seu programa nuclear totalmente pacífico, as potências mundiais concordaram em um levantamento gradual das sanções anteriormente impostas ao país.

    Mais:

    Petrobras leva o principal prêmio internacional do setor de petróleo
    Irã: o prazo final para acordo nuclear não é um limite definitivo, diz ministro
    Tags:
    Irã, Teerã, Ásia, OPEP, petróleo, sanções
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar