23:28 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    A embaixada dos Estados Unidos no Burundi está atualmente fechada por causa do conflito em andamento no país, informa o porta-voz o Departamento de Estado americano, Jeff Rathke, nesta sexta-feira.

    Rathke disse ainda que a embaixada oferece poucos serviços de emergência a cidadãos americanos no país, mas continua em contato com cidadãos dos EUA na região — inclusive os que têm interesse em deixar o Burundi.

    "Nossa embaixada está fechada hoje… A razão para o fechamento é a situação no país", disse Rathke.

    "Em nosso alerta a viajantes, também informamos que o Departamento de Estado requisitou a saída do país por parte de dependentes de funcionários do governo americano, assim como de funcionários do governo americano para situações não emergenciais", completou.

    O Burundi, que vai realizar eleições presidenciais no dia 26 de junho, está envolto em protestos violentos desde o fim de abril por causa da campanha do Presidente Pierre Nkurunziza por um terceiro mandato.

    Os partidários do presidente insistem em alegar que, apesar de a constituição limitar os presidentes a dois mandatos, Nkurunziza estaria apto a se candidatar porque em 2005, após anos de guerra civil, foi apontado como presidente pelo parlamento e não por eleições diretas.

    Nesta sexta-feira, um porta-voz da agência de refugiados da ONU informou que mais de 105 mil pessoas deixaram o Burundi para países vizinhos como Tanzânia, Ruanda e República Democrática do Congo.

    Mais:

    Ban Ki-moon pede calma após tentativa de golpe no Burundi
    Tags:
    fechamento, embaixada, protestos, eleições, Pierre Nkurunziza, Burundi, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar