21:46 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 28
    Nos siga no

    O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, emitiu um pronunciamento nesta quinta-feira convocando os seguidores do Islã de todas as partes para emigrarem para o seu autodenominado califado.

    "Nós pedimos a cada muçulmano, em todos os lugares, que faça a Hégira (migração) para o Estado Islâmico ou lute em sua terra, onde quer que seja", teria dito al-Baghdadi em sua primeira mensagem em seis meses, através de uma gravação. 

    Embora a autenticidade do pronunciamento de 30 minutos ainda não tenha sido confirmada, especialistas acreditam tratar-se mesmo da voz do líder do EI, dado como morto ou gravemente ferido por alguns órgãos de imprensa após um grande bombardeio da coalizão militar liderada pelos EUA no oeste do Iraque há algumas semanas. 

    Segundo agências de notícias internacionais, declarações feitas na gravação em referência a eventos recentes no Iêmen seriam uma prova de que a mensagem não havia sido gravada anteriormente. 

    Repetindo apelos feitos em outras oportunidades, al-Baghdadi disse que não há desculpas para um muçulmano em perfeitas condições de realizar a Hégira ou de carregar uma arma para não fazê-lo. 

    "Será que não chegou a hora de vocês saberem que não há poder ou honra, segurança ou direitos, a não ser na sombra do califado?", completou o jihadista. 

     

    Mais:

    Estado Islâmico executa 26 sírios em patrimônio mundial da UNESCO
    Estado Islâmico rouba documentos de cidadãos da União Europeia e outros países
    Estado Islâmico afirma ter 71 militantes nos EUA prontos para atacar
    Tags:
    islã, mensagem, califado, hégira, Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, Iêmen, EUA, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar