17:45 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Exposição de armas do consórcio Kalashnikov em Moscou (foto e arquivo)

    Kalashnikov cria versão modernizada do fuzil AK-74

    © Sputnik/ Andrei Stenin
    Mundo
    URL curta
    Defesa da Rússia (214)
    0 2357332

    O consórcio russo Kalashnikov, líder mundial na produção de armas de fogo, irá apresentar pela primeira vez a versão mais recente do fuzil de assalto AK-74M. A nova arma será apresentada no desfile militar do Dia da Vitória em 9 de maio.

    Segundo a informação divulgada nesta quarta-feira, 6, pelo serviço de imprensa da empresa russa, "a nova versão modernizada aumentará em até 50% a eficiência na frequencia da arma de acertar em alvos de distâncias de até 300 metros".

    O novo conjunto de modernização pode ser montado no rifle com moderna mira óptica, medidores de distância por laser, lanternas, silenciadores e supressores. 

    O modernizado rifle AK-74M será exibido pela primeira vez na parada militar da comemoração do aniversário de 70 anos do Dia da Vitória sobre as forças nazistas na Segunda Guerra Mundial, em 9 de maio na Praça Vermelha, em Moscou.

    Atualmente, a empresa está se preparando para iniciar a produção em massa da modernização do célebre rifle russo.

    O consórcio russo vem trabalhando ativamente para novas estratégias de negócios para confirmar a sua supremacia no mercado internacional. Em fevereiro, o Grupo Kalashnikov anunciou o desenvolvimento de veículos aéreos não tripulados e lanchas para fins civis e militares. Além disso, a empresa vem produzindo mísseis guiados encomendados pelo Ministério da Defesa.

     

    Tema:
    Defesa da Rússia (214)

    Mais:

    Força Aérea da Rússia prepara-se para o Dia da Vitória
    Ensaio aéreo para a Parada da Vitória de 9 de maio, em Moscou
    Presidente da Polônia diz que Parada da Vitória na Rússia é "manifestação de força"
    Rússia apresenta novas armas na Parada da Vitória
    Tags:
    armas, desfile militar, Parada da Vitória, Kalashnikov Concern, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik