02:10 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Andreas Lubitz, copiloto da Germanwings

    Copiloto da Germanwings treinou o desastre com o avião no voo de ida

    © AP Photo/ Michael Mueller
    Mundo
    URL curta
    0 10210

    O Escritório de Investigação e Análise da França (BEA) divulgou um relatório indicando que o copiloto da Germanwings, Andreas Lubitz, do voo 4525, que caiu nos alpes franceses no dia 24 de março, havia simulado o acidente na viagem de ida até Düsseldorf. A tragédia aconteceu no retorno a Barcelona.

    Suspeito de ter jogado deliberadamente o avião contra a cadeia de montanhas, Andreas Lubitz teria acionado por cinco vezes o modo automático do avião para 100 pés, aproximadamente 30 metros, quando esteve sozinho na cabine por quatro minutos. A descida não foi acentuada e por isso os passageiros e demais membros da tripulação não perceberam o fato.

    O documento destaca que descidas repetidas como estas são incomuns sem motivos aparentes. A promotoria abriu uma investigação criminal separada para apurar a responsabilidade sobre a queda do avião que matou as 150 pessoas que estavam a bordo.

    Tags:
    copiloto, queda, avião, Escritório de Investigação e Análise, Andreas Lubitz, Alpes, Dusseldorf, Barcelona, Alemanha, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik