10:03 16 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Ministro da Defesa do Brasil Jaques Wagner

    Ministro da Defesa representará Dilma nas comemorações do Dia da Vitória na Europa

    Jorge Cardoso/ Ministério da Defesa
    Mundo
    URL curta
    0 1108214

    Segundo comunicado oficial, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, representará a presidenta Dilma nas comemorações dos 70 anos do Dia da Vitória na Europa.

    No dia 7 de maio, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, visitará Pistoia, na Itália, para prestar homenagens no Monumento Votivo Militar Brasileiro, mais conhecido como o Cemitério de Pistoia, que guardou os corpos dos membros da Força Expedicionária Brasileira mortos em ação durante a Segunda Guerra Mundial. 

    O monumento, erguido em 1967 e projetado por Olavo Redig de Campos, discípulo de Oscar Niemeyer, conserva a memória de 462 soldados brasileiros, cujos corpos foram transferidos para o Brasil. Atualmente, Pistoia abriga o túmulo do soldado desconhecido. 

    No sábado, dia 9 de maio, também representando a presidenta Dilma Rousseff, o ministro Jaques Wagner participará das solenidades do Dia da Vitória, em Moscou, na Rússia.

    No domingo, dia 10 de maio, Jaques Wagner inicia visita à França, onde participará de diversas solenidades relacionadas à Segunda Guerra Mundial.  

    “Neste aniversário de 70 anos da vitória sobre o nazi-fascismo, que foi uma conquista das forças da paz aliadas, a presidenta Dilma Rousseff chama atenção para o palco principal da resistência, que foi a Europa”, disse o ministro em comunicado oficial.

    “Em seguida, vamos para a Rússia onde os 70 anos do Dia da Vitória será comemorado com desfile militar em Moscou. Os povos da antiga União Soviética pagaram o mais terrível preço em vidas humanas e prejuízos materiais, com a morte de 27 milhões dos seus cidadãos, incluindo 7,5 milhões de soldados. O país passou por inusitada devastação”, destacou a autoridade brasileira.

    “Destacamos o orgulho com que o Brasil comemora os 70 anos do Dia da Vitória podendo celebrar também o fato de ter consolidado sua tradição democrática e pacífica, completando 30 anos ininterruptos de regime democrático, pleno em direitos civis, políticos, econômicos e com avanços sociais. E assim, continuando a participar dos esforços pela paz mundial, ao mesmo tempo, mantendo vivo o espírito do dia 8 de maio de 1945”, concluiu Jaques Wagner.

     

     

     

    Tags:
    Dia da Vitória, Segunda Guerra Mundial, Jaques Wagner, Itália, Europa, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik