17:12 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Líderes dos países membros do G7 reunidos em Bruxelas em 2014

    Deputado russo elogia BRICS e diz que G7 é “clube dos EUA”

    © AP Photo/ Charles Dharapak
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    0 2190552

    A maior autoridade em política externa da Duma, câmara baixa do Parlamento russo, disse nesta terça-feira (5) que a Rússia está mais interessada em expandir a cooperação dentro do grupo BRICS ao invés de construir relações com o Grupo dos Sete (G7) países mais industrializados do mundo.

    "[A cúpula do] G7 que a Alemanha sediará em junho se transformou em um clube dos EUA e de seus aliados mais próximos. Ela não tem espaço para a Rússia nem para a China", escreveu Aleksei Pushkov, presidente do Comitê de Assuntos Internacionais da Duma, em sua conta no Twitter.

    Fazem parte do G7, além dos EUA, Alemanha, França, Canadá, Reino Unido, Japão e Itália.

    Os países BRICS — Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — representam cerca de 26% da área geográfica do mundo e abrigam, aproximadamente, 42% da população global.

    Em 2013, a quota do comércio mundial dos BRICS foi de 16,1%; a de gastos militares foi de 10,8%; e a de produção de recursos energéticos não renováveis foi de 40,2%. O mercado consumidor do grupo é o maior do mundo, crescendo em cerca de US$ 500 bilhões por ano. A Rússia assumiu a presidência dos BRICS em 1º de abril deste ano, e sediará em 8 de junho a primeira reunião parlamentar dos países membros. O país também receberá a Cúpula dos BRICS na cidade de Ufa, em julho.

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)

    Mais:

    Fundo de reservas do BRICS é escudo contra ataques especulativos
    Parlamento russo exalta papel do BRICS na "formação de nova ordem mundial" mais justa
    Cooperação com BRICS é de grande importância estratégica para a Rússia
    Parlamento brasileiro espera para maio aprovação do Fundo de Reservas do BRICS
    Tags:
    Duma de Estado, G7, BRICS, Aleksei Pushkov, Itália, Canadá, Reino Unido, Alemanha, África do Sul, Índia, China, EUA, França, Japão, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik