19:46 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    View of the parliament building of Switzerland

    Bancos suíços divulgam informações sobre contas abertas há 60 anos

    © AP Photo / Alessandro della Valle
    Mundo
    URL curta
    0 42
    Nos siga no

    Os bancos suíços divulgaram informações sobre mais de 50 mil contas abertas antes de 1955 e que ficaram por mais de 50 anos sem serem movimentadas. Uma nova lei do país europeu obrigou a publicação dos dados.

    As contas foram examinadas sob a legislação que obriga os bancos a publicar informações sobre as contas abertas há pelo menos 60 anos e que tenham ficado paradas por 50 anos. O movimento é importante para as instituições, uma vez que lhes permite procurar beneficiários antes do dinheiro ser entregue ao governo, afirmou um porta-voz da Associação Suíça de Banqueiros.

    Contas não reclamadas são um tema sensível para as autoridades da Suíça, especialmente depois do Congresso Mundial Judaico de 1990, que lançou uma campanha para os bancos suíços procurarem contas nazistas e devolverem os ativos às vítimas do Holocausto. Até poucos anos atrás, o país manteve a lei de sigilo rigoroso, o que significava que os bancos eram obrigados a guardar a identidade dos seus clientes.

    Esta tradição tem sido duramente criticada por ajudar sonegadores fiscais e pelo incentivo aos nazistas de abrir contas no Estado neutro durante a II Guerra Mundial. Recentemente, o governo suíço pressionado pela comunidade mundial concordou em aliviar as leis.

    Tags:
    informações, dados, divulgação, contas, Associação Suíça de Banqueiros, II Guerra Mundial, Holocausto, Congresso Mundial Judaico, Suíça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar