16:02 31 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1693
    Nos siga no

    O aumento das reservas de ouro russas apresenta consequências ruins para a economia dos EUA, que já está passando por tempos difíceis, escreve o jornalista norte-americano Todd Woody.

    O reabastecimento das reservas de ouro monetário russo indica a próxima vitória da economia russa sobre a dos EUA, escreveu Woody no jornal The Washington Times.

    Tendo em conta a situação geopolítica, o fato de que a Rússia compra ouro, é um sinal dos acontecimentos certos que vêm, e a insinuação aos planos possíveis de Vladimir Putin, escreveu o jornal norte-americano.

    De acordo com Woody,  os adversários dos EUA consideram o estado da economia dos EUA, e olham para tentando jogar nas fraquezas do país:

    "A Rússia espera que um dia os Estados Unidos vão acordar e entender que a Rússia é o país, onde a moeda é apoiada pelo ouro".

    Mesmo quando o banco central russo teve que levantar a sua taxa chave para salvar a moeda, a dívida do país foi muitos vezes menor do de a dívida dos EUA. Ao mesmo tempo o aumento da taxa-chave dos EUA por 1% custaria ao país centenas de milhões de dólares, que Washington simplesmente não poderia pagar. E exatamente esta é a situação na qual o rublo garantido por ouro pode jogar o truque.

    "A Rússia sabe disso. Todo o mundo sabe. A nossa fraqueza econômica em combinação com a má liderança do país se transformou numa fraqueza militar e geopolítica”, escreveu o jornalista.

    De acordo com ele, "o dinheiro de papel vai valer apenas o preço do papel em que está impresso", e então os Estados ocidentais entrarão num colapso sob o seu próprio peso.

    Os estoques de ouro monetário nas reservas internacionais da Federação da Rússia durante março subiram 2,58% e em 1 de abril de 2015 foram de 39,8 milhões onças (1.237,9 toneladas), de acordo com os materiais do Banco da Rússia.

    O Banco da Rússia aumentou as suas compras de ouro em 2014 para diversificar as suas reservas de divisas estrangeiras e para remover o escassez de numerário de rublo. De acordo com o Banco da Rússia, as reservas de ouro monetário nas reservas internacionais da Federação da Rússia para 2014 aumentou 16,5% — a 38,8 milhões de onças troy (1,206.8 toneladas métricas) de 33,3 milhões onças (1.036 toneladas) a partir de 1 de janeiro de 2014.

    Mais:

    Não haverá colapso da economia russa, afirma Putin
    Tags:
    dívida, crise, economia, sanções, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar