12:19 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O ex-premiê canadense Jean Chretien se reuniu com o presidente russo Vladimir Putin

    Mídia: encontro de Chretien e Putin é 'tapa na cara' do governo canadense

    © AP Photo / Alexei Nikolsky/RIA-Novosti, Kremlin Pool Photo
    Mundo
    URL curta
    0 534

    O fato de que o ex-premiê canadense Jean Chretien se reuniu com o presidente russo, Vladimir Putin, apesar da posição antirrussa dura do país veio como uma surpresa para às autoridades canadenses.

    A reunião o ex-primeiro-ministro canadense Jean Chretien e o presidente russo, Vladimir Putin, foi uma surpresa para o governo canadense, relata o canal de TV norte-americano CBC News.

    "Eu não fui informado sobre o que aconteceu, eu não tenho certeza se o sr. Chretien considera necessário explicar a nossa missão em Moscou. Seria curioso saber o que eles discutiram", comentou a situação o ministro da Defesa do Canadá, Jason Kenney.

    A reunião foi uma tapa na cara do governo do primeiro-ministro Stephen Harper, que tem a uma posição dura em relação à Rússia. O seu porta-voz, Stephen Lecce, comentou a situação:

    "O sr. Chretien certamente não representou o governo do Canadá nesta reunião. A nossa posição ao regime de Putin é inequívoca".

    O presidente russo, Vladimir Putin, se reuniu em 30 de abril na sua residência em Novo-Ogarevo com o ex-premiê canadense Jean Chretien. Os políticos trocaram opiniões sobre a situação atual internacional, e discutiram os pontos problemáticos da situação internacional.

    No ano passado, o Canadá quase inteiramente suspendeu a cooperação com a Rússia por razão do conflito na Ucrânia e apoiou a exclusão da Rússia do grupo de oito. Em fevereiro do ano em curso, o Canadá anunciou novas sanções contra 37 indivíduos e 17 organizações da Rússia e da Ucrânia. E, recentemente, soube-se que os militares canadenses vão para Kiev para ensinar colegas ucranianos.

    Mais:

    Mídia: Canadá vai enviar tropas à Ucrânia
    Tags:
    sanções, Jean Chretien, Vladimir Putin, Canadá, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar