14:06 21 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Restos do avião americano U-2 abatido na União Soviética em 1960

    Militares russos que derrubaram avião americano ganharão monumento

    © Sputnik/ Mikhail Ozersky
    Mundo
    URL curta
    0 542

    Um monumento aos militares russos que derrubaram o avião de espionagem americano U-2 pilotado por Francis Powers em 1960 será inaugurado no dia 1º de maio, em Chudova, na província de Sverdlovsk, nos Urais.

    Segundo informou a assessoria de imprensa do governador de Sverdlovsk, os fragmentos de um dos mísseis que atingiram o U-2 caíram na aldeia e, por isso, se decidiu erguer o monumento. A captura de Powers foi um dos episódios mais memoráveis da Guerra Fria.

    No dia 1º de maio de 1960, o piloto americano, então com 30 anos, decolou de Peshawar, no Paquistão, rumo à fronteira soviética. Sua tarefa consistia em fotografar as bases militares instaladas nos Urais, incluindo a cidade secreta de Cheliabinsk-40, onde se fabricavam armas nucleares.

    O avião foi interceptado por um míssil soviético, e Powers conseguiu saltar com um paraquedas. Ele foi detido ao tocar no solo. Então presidente dos Estados Unidos, Dwight Eisenhower declarou inicialmente que Powers havia sido perdido na União Soviética, mas Moscou apresentou fragmentos do U-2 e publicou declarações do piloto.

    Em 1962, Powers foi trocado pelo espião soviético William Fisher, conhecido como Rudolf Abel.

    Mais:

    Esquecimento do papel do Exército Vermelho é fruto da mentira da Guerra Fria
    Obama: "Guerra Fria terminou há muito tempo"
    Relação entre Rússia e OTAN no pós Guerra Fria será tema de debate em Universidade do Rio
    Tags:
    Guerra Fria, monumentos históricos, U-2, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik