01:15 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Destróier USS Farragut, enviado para monitorar a apreensão do MV Maersk Tigris

    Irã libera navio cargueiro das Ilhas Marshall

    © REUTERS / Aaron Chase/U.S. Navy
    Mundo
    URL curta
    0 152

    Autoridades iranianas informaram há pouco que já liberaram o navio cargueiro com bandeira das Ilhas Marshall apreendido hoje cedo no Golfo Pérsico.

    Segundo a agência de notícias iraniana FARS, a apreensão da embarcação, que provocou atritos com os Estados Unidos, país associado às Ilhas Marshall, foi motivada por problemas legais, a pedido da Organização de Portos e Marítima do Irã. No entanto, o navio já foi liberado e nenhum dos 34 tripulantes foi detido. 

    O cargueiro MV Maersk Tigris, que, na verdade, é de propriedade americana, foi apreendido por agentes de patrulha do Irã enquanto atravessava o Estreito de Hormuz, entre o Golfo de Omã e o Golfo Pérsico. Inicialmente, o comandante da embarcação chegou a ignorar as ordens das autoridades locais, mas, após alguns tiros de advertência sobre a proa, o navio acabou seguindo para o porto indicado, para que seus tripulantes resolvessem pendências legais junto aos escritórios portuários do país. 

    De acordo com um porta-voz do Pentágono, atendendo a pedidos da tripulação, forças dos EUA na região decidiram enviar o destróier USS Farragut e um avião de reconhecimento para monitorar a situação. Mas, ao que tudo indica, o incidente acabou sendo resolvido sem qualquer tipo de conflito entre as partes. 

    Mais:

    O Irã está "profundamente preocupado" com a ameaça nuclear da OTAN
    Em resposta ao Irã, EUA enviam porta-aviões para águas do Iêmen
    Tags:
    USS Farragut, MV Maersk Tigris, navio cargueiro, Pentágono, FARS, Golfo de Omã, Estreito de Hormuz, Golfo Pérsico, Ilhas Marshall, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar