05:35 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Refinaria da Gazprom em Moscow

    Grécia apoia a criação de um gasoduto na fronteira com a Turquia

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Mundo
    URL curta
    0 61

    O consórcio russo-europeu pode construir uma extensão do gasoduto “corrente turca” através da Grécia. O projeto pode custar mais de 2 bilhões de euros. A informação é do presidente do chefe da gigante do petróleo russa Gazprom, Aleksei Miller.

    Em entrevista coletiva após a reunião com o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, o presidente da Gazprom afirmou que “o governo grego apoia um projeto de construção de instalações de transporte de gás a partir da fronteira com a Turquia. O projeto pode ser implementado pelo consórcio russo-europeu”, disse. 

    De acordo com Miller, atualmente existem empresas europeias que estão interessadas em participar neste projeto. Ele ressaltou que o projeto será implementado rigorosamente de acordo com a legislação europeia.

    "Não há dúvida de que o consórcio russo-europeu irá atrair na íntegra o financiamento necessário para a construção de um gasoduto no território da Grécia. O valor é de 2 bilhões de euros. A parte russa, representada pela Gazprom, garante que serão transportados até 47 bilhões de cubos métricos de gás através do território grego, o que permitirá que o lado grego atraia empréstimos comerciais adicionais para outros projetos no país”. 

    Miller acrescentou que “a ‘corrente turca’ envolve a construção de uma capacidade de gasoduto de 63 bilhões de metros cúbicos de gás por ano da Rússia para a Turquia através do Mar Negro”. A expectativa, de acordo com o executivo, é que seja criado na fronteira entre a Turquia e a Grécia um hub de gás e os países da UE implementem a sua própria capacidade de transporte para posterior recebimento deste gás no seu território.

    Anteriormente, o ministério da energia da Rússia disse à agência Sputnik que a Rússia e a Grécia estão atualmente trabalhando em um memorando para a construção de um gasoduto através da fronteira grego-turca, pela qual o gás da ‘corrente turca’ será transportado para a Europa.  

     

     

     

    Mais:

    Gazprom explica por que acusações antitruste da UE são infundadas
    Merkel e Tsipras se reúnem em meio a impasse sobre finanças da Grécia
    Gasoduto Corrente Turca: Grécia e Rússia planejam acordo de 5 bilhões de euros
    EUA dizem que Grécia precisa acelerar negociação com credores
    Tags:
    gás, Gazprom, Aleksei Miller, Turquia, Grécia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar