03:31 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Exercícios da OTAN na Lituânia

    Irã pode se juntar a Rússia, Índia e China contra planos expansionistas da OTAN

    © AP Photo/ Mindaugas Kulbis
    Mundo
    URL curta
    0 3783574

    O ministro da Defesa do Irã, Hosein Dehghan, afirmou nesta quinta-feira (16), durante visita a Moscou, que Teerã estava pronta para iniciar as consultas sobre como garantir a estabilidade na Europa. A república islâmica apelou a uma cooperação com Rússia, Índia e China para a oposição aos planos de expansão militar da OTAN na Europa.

    Sistema norte-americano de artilharia autopropulsada Paladin M109A6
    © flickr.com/ Michigan National Guard
    "Nós gostaríamos de apoiar a ideia de desenvolver uma cooperação multifacetada entre China, Irã, Rússia e Índia, para se opor à expansão proposital da OTAN para o leste e colocar um escudo antimísseis na Europa", disse Dehghan. Ele enfatizou que o Irã estava pronto para iniciar as consultas sobre a questão para garantir a estabilidade na região.

    A OTAN tem impulsionado sua presença na Europa Oriental, o que causa preocupações nas autoridades russas. O processo está acontecendo em meio a tensões entre a Aliança e Moscou, após acusações de que a Rússia estava fornecendo assistência militar às milícias do sudeste da Ucrânia.

    Moscou negou as acusações, enquanto o vice-ministro da Defesa russo, Anatoly Antonov, chamou a atividade da aliança na Europa Oriental "injustificada". Em fevereiro, a OTAN anunciou o aumento de sua Força de Resposta Rápida de 13.000 para 30.000 militares, bem como o estabelecimento de seis novos postos de comando em estados europeus perto das fronteiras com a Rússia.

    Tags:
    estabilidade, resposta, oposição, cooperação, OTAN, Hossein Dehghan, Anatoly Antonov, Europa Oriental, Teerã, Irã, Europa, Índia, China, Moscou, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik